Projeto 3 

Criação do Projeto: Luiz Carlos Gá
Direção Geral: Tatiana Tiburcio
Texto: Tatiana Tiburcio
Pesquisa Histórica: Clícea Maria
Design Gráfico: Luiz Carlos Gá

 

Projeto de educação bi nacional
REFRÊNCIAS NEGRAS É UM BANCO DE DADOS

O Projeto “Referências Negras” tem o propósito promover a valorização da auto-estima da população negra a partir do conhecimento da história de personalidades do ativismo, da cultura, de arte e da ciência, oferecendo uma série de publicações em português e em inglês através do nosso site.

Usando como instrumento a Lei 10.639/03, a ideia é quebrar uma ideologia perversa que historicamente inviabiliza figuras importantes da história dos negros no Brasil e na diáspora.

A baixa auto estima dos negros é potencializada pelo espelho que só reflete para ele a imagem do branco como protagonista, do bom, do bonito, do rico, do inteligente. Quanto ao negro, a imagem refletida é a do pobre, do bandido, do incapaz.

Sabemos que isso não é por acaso, o colonizador tratou de eternizar esta lógica como estratégia de permanência de poder, criando um negro sem desejo.

A revelia da vontade do colonizador, continuamos criando nossos méritos que o poder busca esconder com todo poderio da mídia e da educação colonizadora.

Selecionamos duplas ou trios de personalidades brasileiras e personalidades estrangeiras, que tenham vividos histórias parecidas, independente dos momentos históricos de cada um, e oferecemos esse resultado como referência positiva.

  • Referências Negrasé um projeto de parcerias onde cada parceiro se ajusta ao grupo para o desenvolvimento do mesmo, cada qual com sua competência profissional, e se remunera política e/ou financeiramente dentro de uma lógica de mercado possibilitando um custo viável acordado para tudo e para todos.
    • Esse projeto é parte integrante do Faça a Coisa Certa, um projeto guarda chuva, de empreendedorismo social que se sustenta em parte de comissões pré-definidas entre seus parceiros com comissão negociada. O projeto tem como objetivos:
  1. Conduzir nossos negócios e parcerias pautados no comprometimento ético;
  2. trabalhar com a perspectiva de que somos uma “marca de referência” baseada no respeito a consumidores e cidadãos, na defesa de igualdade de direitos e de oportunidades entre os que pertencem a diferentes raças, credos e gêneros;
  3. difundir entre clientes e parceiros o nosso ideal: empreender é sinônimo de criar, comercializar, crescer e promover oportunidades de desenvolvimento individual e coletivo, fazendo a coisa certa!

 

  • VOLUME 1

MARIELLE FRANCO (ATIVISTA SOCIAL E VEREADORA)

TEXTO PROVISÓRIO | PORTUGUÊS

Conhecida como Marielle Franco (Rio de Janeiro, 27 de julho de 1979 – Rio de Janeiro, 14 de março de 2018), foi uma socióloga, feminista, defensora dos direitos humanos e política brasileira. Filiada ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), elegeu-se vereadora do Rio de Janeiro para a Legislatura 2017-2020, durante a eleição municipal de 2016, com a quinta maior votação. Crítica da intervenção federal no Rio de Janeiro e da Polícia Militar, denunciava constantemente abusos de autoridade por parte de policiais contra moradores de comunidades carentes. Em 14 de março de 2018, foi assassinada a tiros junto a Anderson Pedro Mathias Gomes na região central do Rio de Janeiro.

PROVISIONAL TEXT | ENGLISH

Known as Marielle Franco (Rio de Janeiro, July 27, 1979 – Rio de Janeiro, March 14, 2018), was a sociologist, feminist, defender of human rights and Brazilian politics. A member of the Socialism and Freedom Party (PSOL), she was elected councilor of Rio de Janeiro for the 2017-2020 Legislature, during the municipal election of 2016, with the fifth highest vote. Criticism of federal intervention in Rio de Janeiro and the Military Police, constantly denounced abuses of authority by police officers against residents of poor communities. On March 14, 2018, she was shot dead by Anderson Pedro Mathias Gomes in central Rio de Janeiro.

 

SABOTAGE (HEPER E LIDER COMUNITÁRIO)

TEXTO PROVISÓRIO | PORTUGUÊS

Mauro Mateus dos Santos (São Paulo, 3 de abril de 1973 — São Paulo, 24 de janeiro de 2003), mais conhecido pelo seu nome artístico Sabotage, foi um rapper, cantor, compositor e ator brasileiro. Mauro, pai de 3 filhos, nasceu na Zona Sul de São Paulo, onde, depois de ter sido assaltante e gerente de tráfico, encontrou a saída no rap, entrando na música e percebendo o seu verdadeiro dom. A origem do apelido Sabotage deu-se por estar sempre conseguindo burlar as leis com tremendo êxito, como entrar em bailes, festas e boates sem permissões, e saindo ileso de inúmeras confusões. Considerado uma lenda na Zona Sul, ele inspirou vários rappers, como Rhossi, Pavilhão 9, além de ter ensinado Paulo Miklos como ser um digno malandro, no filme “O Invasor”, de Beto Brant, com quem escreveu até uma música. Sabotage fez um único disco solo, o Rap é Compromisso!, e participou de vários CDs com o RZO, SP Funk e outros. Em 2016, 13 anos após sua morte, o álbum que leva o mesmo nome do cantor foi lançado no serviço de streaming Spotify. Nele estão diversas canções feitas na semana em que o rapper foi assassinado.

 

PROVISIONAL TEXT | ENGLISH

Mauro Mateus dos Santos (São Paulo, April 3, 1973 – São Paulo, January 24, 2003), better known by his stage name Sabotage, was a rapper, singer, composer and Brazilian actor. Mauro, father of 3 children, was born in the South Zone of São Paulo, where, after being a burglar and traffic manager, he found the exit in rap, entering the music and realizing his true gift. The origin of the nickname Sabotage was given by always being able to circumvent the laws with tremendous success, like entering dances, parties and nightclubs without permissions, and leaving unharmed of numerous confusions. Considered a legend in the South Zone, he inspired several rappers, such as Rhossi, Pavilion 9, and taught Paulo Miklos how to be a worthy trickster in Beto Brant’s “The Invasive,” with whom he even wrote a song. Sabotage made a single solo album, Rap is Compromisso !, and participated in several CDs with RZO, SP Funk and others. In 2016, 13 years after his death, the album that bears the same name as the singer was released on the streaming service Spotify. In it are several songs made the week the rapper was murdered.

 

  • Volume 2

TIO BARNABÉ (PERSONAGEM DE FCÇÃO BRASILEIRA)

 

PAI TOMÁS (PERSONAGEM DE FCÇÃO NORTE AMERICANA)

 

  • Volume 3

LÉLIA GONZALEZ (ATIVISTA BRASILEIRA)

ANGELA DAVIS (ATIVISTA NORTE AMERICANA)

 

  • Volume 4

JOAQUIM BARBOSA (JUIZ DA SUPREMA CORTE BRASILEIRA)

BARACK OBAMA (PRESIDENTE DO ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

 

  • Volume 5

ABDIAS NASCIMENTO (BRASILEIRO, ATIVISTA, PROFESSOR E ARTISTA)

LOUIS FARRAKHAN – ATIVISTA MORTE AMERICANO

 

  • Volume 6

JOÃO CÂNDIDO (ATIVISTA BRASILEIRO)

MALCOLM X (ATIVISTA NORTE AMERICANO

 

  • Volume 7

OBERDAN MAGALÃES (MÚSICO – BRASILEIRO)

MILES DAVIS (MÚSICO – TUMPETISTA NORTE AMERICANO)

 

  • Volume 8

CLEMENTINA DE JESUS (CANTORA BRASILEIRA)

SARAH VAUGHAN (CANTORA NORTE AMERICANA)

 

  • Volume 9

PAULO MOURA (MÚSICO – BRASILEIRO)

FELA KUTI (MÚSICO – NIGERIANO)

 

  • Volume 10

ELZA SOARES (CANTORA)

BILLIE HOLIDAY (CANTORA)

 

  • Volume 11

MILTON SANTOS (INTELECTUAL BRASILEIRO)

C.L.R. JAMES (INTELECTUAL NORTE AMERICANO)

 

  • Volume 12

MÁRIO GUSMÃO (BAILARINO)

SAMMY DAVIS JR. (BAILARINO)